Search - Benny Carter :: Further Definitions

Further Definitions
Benny Carter
Further Definitions
Genres: Blues, Jazz, Pop, R&B
 
  •  Track Listings (16) - Disc #1


      
?

Larger Image
Listen to Samples

CD Details

All Artists: Benny Carter
Title: Further Definitions
Members Wishing: 3
Total Copies: 0
Label: Grp Records
Original Release Date: 1/1/1986
Re-Release Date: 4/8/1997
Album Type: Original recording reissued, Original recording remastered
Genres: Blues, Jazz, Pop, R&B
Styles: Regional Blues, East Coast Blues, Jump Blues, Swing Jazz
Number of Discs: 1
SwapaCD Credits: 1
UPC: 011105022927

Similar CDs

 

CD Reviews

Recomendo
John Lester | Vila Velha, Espírito Santo Brazil | 09/02/2007
(5 out of 5 stars)

"Pelo fato de ter sido uma pessoa absolutamente normal durante toda sua longa carreira, Carter não costuma ser muito festejado nos meios jazzísticos. Sem a ira dionisíaca de um Charles Mingus, sem a excentricidade esquizofrênica de um Thelonious Monk e sem o sorriso perigoso de Duke Ellington, Carter dificilmente é citado como um dos maiores músicos do jazz. É grande o engano ou flagrante a injustiça colocá-lo no segundo escalão.

Carter é, entre outras coisas, o melhor arranjador da transição entre as décadas de 1920 e 1930, época em que Heisenberg proclamava o princípio da incerteza na Física. Tendo aprendido o ofício da orquestração por conta própria, chegou a rivalizar e até mesmo superar alguns mestres da época, como Don Redman. Fugindo ao modelo de sucesso fácil oferecido pelo swing, estilo que assolava o EUA nesses tempos, Carter construiu uma obra genial com humildade, independência e sensibilidade. Sua obra somente pode ser comparada à montanhesca criação da dupla Ellington & Strayhorn. Ao contrário do trabalho de Ellington, essencialmente instrumental, as composições de Carter são extremamente `cantáveis', característica que comprova sua veia de grande solista.

Além do trabalho como arranjador e compositor, Carter era um exímio instrumentista, capaz de cantar, tocar piano, trombone, trompete e os saxofones soprano, alto e tenor. Embora excelente trompetista, foi com o sax alto que Carter se destaca como um dos mais importantes improvisadores do jazz: suave, doce e tranqüilo, nem mesmo a velocidade assustadora imposta por Charlie Parker foi capaz de ofuscar a beleza de seus solos. Sua sonoridade única influenciou vários mestres do saxofone, entre eles Sonny Rollins. Carter era o tipo de pessoa que, assim como o inigualável Lester Young, apesar de negro, nunca teve vergonha ou malícia em negar a profunda influência recebida de Frank Trumbauer, um excepcional saxofonista branco renegado no jazz por sua cor. Para Carter a beleza da música estava acima do racismo irracional.

Carter provou com seu trabalho que nem toda música doce e agradável é necessariamente música de elevador ou de consultório dentário. Sua obra comprova que a música pode ser inteligente e complexa sem ser necessariamente chata e inaudível. Ele sabia, mais e melhor que todos nós, que o sucesso obedece cegamente ao princípio da incerteza, principalmente When Lights Are Low. Mas o mestre, é claro, não se importava com isso.
"
You Like Jazz? Pick This Up Today!
J. Rich | 11/30/2008
(5 out of 5 stars)

"Alto saxophonist Benny Carter is a legend in the same cannon as Ben Webster and Coleman Hawkins. Like Webster and Hawkins, who are friends of his and have played with him in the past on his own recordings, Hawkins plays here on "Further Definitions," while Webster played on another Carter album called "Jazz Giant."

"Further Definitions" features a "big band" sound of sorts. It features the following lineup:

Benny Carter -- alto saxophone
Phil Woods -- alto saxophone (1-8)
Coleman Hawkins -- tenor saxophone (1-8)
Charlie Rouse -- tenor saxophone (1-8)
John Collins -- guitar (1-8)
Dick Katz -- piano (1-8)
Jimmy Garrison -- bass (1-8)
Jo Jones -- drums (1-8)
Bud Shank -- alto saxophone (9-16)
Buddy Collette -- tenor saxophone (9-10, 12-13)
Bill Perkins -- tenor saxophone (11, 14-16)
Teddy Edwards -- tenor saxophone (9-16)
Bill Hood -- baritone saxophone (9-16)
Barney Kessel -- guitar (9-16)
Mundell Lowe -- guitar (9-16)
Don Abney -- piano (9-16)
Ray Brown -- bass (9-16)
Alvin Stoller -- drums (9-16)

This album swings from start to finish and is a must for all jazz fans. Highly recommended.

"
Beautifully defined
Nikica Gilic | 10/02/2007
(5 out of 5 stars)

"Since other comments gave more or less my opinion of this two-in-one CD, let me just add in my mother tongue da je rijec o jednom od najljepsih i najelegantnijih primjera "mejnstrim" jazza sto sam ih u zadnje vrijeme èuo...
Carter je, naravno, sasvim na visini, a s obzirom na sjajnu ekipu oko njega (Hawk, Monkov omiljeni suradnik Charlie Rouse, bubnjar Jo Jones, jos jedan veliki altist Phil Woods...) nije ni èudno da tako dobar aranzer i sviraè ostvari sjajne snimke.

Drugi album s ovog CD-a (dakle, druga polovica CD-a), "Additions to further definitions", s Budom Shankom, Teddyjem Edwardsom, Rayom Brownom i drugima tek je nesto manje dojmljiv."